Vinte e quatro corpos foram encontrados na noite de sexta-feira no estado de México (centro), com as mãos atadas e o tiro de misericórdia típico do crime organizado.

Todas as vítimas eram homens. Os corpos foram encontrados na área florestal de La Marquesa, na cidade de Atlapulco, segundo as autoridades locais.

As autoridades federais e estaduais tentam identificar as vítimas e estabelecer os motivos da matança.

O México vive uma escalada da violência do crime organizado, que já executou 3.000 pessoas no decorrer do ano, apesar de uma ampla operação com 36.000 militares do governo federal.

O governo do presidente Felipe Calderón atribui o elevado nível de violência à guerra entre os cartéis de drogas por território e pela transferência de drotas aos Estados Unidos, além do cerco militar contra as organizações.

gbv-ol/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.