Mexicanos isolados na China por causa da gripe são recebidos com aplausos

México, 6 mai (EFE).- Os 165 mexicanos que foram isolados na China por causa do foco de gripe suína chegaram hoje à Cidade do México em um voo fretado pelo Governo do país e foram recebidos com aplausos no aeroporto internacional da capital mexicana, onde aterrissaram às 6h05 locais (9h05 de Brasília).

EFE |

Apesar do nome, a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados.

A primeira-dama do México, Margarita Zavala, cumprimentou cada um dos passageiros que descia do avião, embora sem dar apertos de mão, cumprindo as recomendações de saúde vigentes por causa da doença.

O México fretou o avião para repatriar seus cidadãos após denúncias de que o Governo chinês os submetia a tratamentos humilhantes só pelo fato de serem mexicanos e sem que apresentassem sintomas de terem contraído a gripe.

Pequim negou os maus tratos e assegurou que pôr pessoas em quarentena é o modo mais adequado de enfrentar uma epidemia.

Todos os passageiros utilizavam máscaras. Alguns deles se dirigiram a uma entrevista coletiva à imprensa para relatar suas experiências na China.

O México condenou as medidas adotadas por países latino-americanos como Argentina, Cuba, Peru e Equador, que suspenderam seus voos com o território mexicano. EFE jd/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG