O diretor franco-polonês Roman Polanski foi o vencedor do Urso de Prata no Festival de Cinema de Berlim, neste sábado, pelo filme Ghost Writer. O cineasta, de 76 anos, não pôde comparecer à cerimônia de entrega do prêmio, pois está em prisão domiciliar na Suíça e aguarda processo de extradição para os Estados Unidos depois de ser condenado em um processo de abuso sexual de uma menor.

O filme é um thriller político baseado em um romance de Robert Harris. Parte da finalização do longa-metragem foi feita após a prisão do diretor.

Polanski já venceu o Urso de Ouro em 1966 por "Armadilha do Destino."
Ele está sendo buscado pela Justiça dos Estados Unidos desde 1978, quando fugiu do país após ter sido condenado por ter mantido relações sexuais com uma menina de 13 anos de idade, o que é ilegal pelas leis americanas.

O cineasta, nascido na França, foi preso em 26 de setembro, quando viajou para a Suíça para participar o Festival de Cinema de Zurique.

Polanski dirigiu filmes aclamados como O Bebê de Rosemary (1968), Chinatown (1974), Busca Frenética (1988) e O Pianista (2002).

Na edição deste ano, o Urso de Ouro de melhor filme ficou com o turco Mel, do diretor Semith Kaplanoglu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.