O banco americano de investimentos Merrill Lynch, adquirido em janeiro pelo Bank of America, reforçou a contratação de conselheiros financeiros propondo aos candidatos remunerações mais generosas do que em anos anteriores, afirmou nesta sexta-feira o Financial Times (FT).

"Uma divisão da instituição dedicada à gestão patrimonial oferece contratos que preveem prêmios equivalentes a 140% da produção dos 12 meses anteriores, e até 200% nos próximos cinco anos se o funcionário atingir as metas constantes de crescimento", indicou o jornal econômico.

"Estas remunerações, concebidas para atrair os melhores profissionais do setor, são superiores a todas as ofertas feitas antes, é enorme", comentou uma fonte da empresa, citada pelo FT sob a condição de anonimato.

O jornal lembrou que o Merrill Lynch perdeu, desde sua aquisição, vários de seus funcionários mais produtivos, que foram para estabelecimentos rivais.

Merrill havia anunciado em junho que esperava aumentar sua equipe de conselheiros financeiros com 300 ou 450 novos empregados.

jug/lm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.