Merkel visita Colômbia para discutir troca humanitária

A chanceler alemã, Angela Merkel, iniciou neste sábado uma visita de 24 horas a Bogotá para conversar com o presidente Alvaro Uribe e com representantes da sociedade colombiana aspectos relacionados a uma troca de reféns das Farc por rebeldes presos.

AFP |

Merkel chegou pouco antes das 14h (16h de Brasília) a um aeroporto militar do oeste da capital colombiana. Ela seguiu direto para o Palácio de Nariño, sede da presidência, onde recebeu honras militares, antes de se reunir com Uribe.

A agenda do encontro inclui a análise da situação de pelo menos 39 reféns que os guerrilheiros das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) pretendem trocar por 500 rebeldes presos.

Uribe e Merkel também vão passar em revista projetos bilaterais de cooperação.

Uma entrevista coletiva conjunta está prevista ao final do encontro.

Mais tarde, Merkel seguirá para a prefeitura de Bogotá, onde também tratará da troca humanitária, em reunião com o prefeito Samuel Moreno e com representantes da sociedade civil.

A visita da chanceler termina no domingo, após um encontro com o procurador-geral da Colômbia, Mario Iguarán, com quem discutirá a situação de vários chefes de esquadrões paramilitares de ultradireita que foram extraditados para os Estados Unidos, após sua desmobilização.

sab/tt

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG