Merkel reitera apoio da Alemanha à estabilização do Afeganistão

Berlim, 15 ago (EFE).- A chanceler alemã, Angela Merkel, condenou hoje o atentado que deixou pelo menos oito mortos em Cabul e reiterou o apoio de seu Governo ao processo de estabilização do Afeganistão.

EFE |

"Pode ter certeza de que a comunidade internacional não se deixará intimidar por ataques covardes contra a democracia no Afeganistão, a apenas cinco dias das eleições", disse Merkel em um telegrama dirigido ao presidente, Hamid Karzai.

A chanceler reafirmou que a Alemanha "seguirá contribuindo com seus aliados" para a reconstrução do Afeganistão.

O ministro da Defesa, Franz-Josef Junf, se pronunciou de forma parecida ao jornal "Welt am Sonntag".

"Não retrocederemos na luta contra o terrorismo", ressaltou Jung, acrescentando que o atentado demonstra a periculosidade e brutalidade dos talibãs.

Em entrevista à rádio pública, Jung afirmou que os soldados alemães deverão permanecer no Afeganistão por outros "cinco a dez anos".

O contingente alemão no Afeganistão é formado por 3.800 soldados e é o terceiro maior da Força Internacional de Assistência à Segurança (Isaf), atrás de Estados Unidos e Reino Unido. EFE ih/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG