Berlim, 17 set (EFE).- A chanceler alemã, Angela Merkel, pediu hoje que o Bundestag (Parlamento) mantenha a coesão mostrada pela União Européia (UE) diante da Rússia sobre a crise da Geórgia.

"A UE mostrou capacidade de ação na crise da Geórgia e voltará a mostrar na cúpula com a Rússia em 2 de outubro", disse Merkel no debate parlamentar sobre os orçamentos públicos para 2009.

A chanceler também defendeu em seu discurso o Tratado de Lisboa, rejeitado pelo referendo irlandês.

"O Tratado de Lisboa é e continuará sendo o fundamento adequado para nossa política", disse.

Na parte de seu discurso dedicada à política externa, Merkel agradeceu os soldados alemães nas missões internacionais e ressaltou que eles contam com a solidariedade do Parlamento.

Merkel acrescentou que a Alemanha continuará cumprindo sua missão no Afeganistão, apesar dos recentes ataques sofridos por suas forças, em que morreram soldados alemães.

"Não faz sentido repensar uma estratégia cada vez que houver um caso horrível", disse Merkel.

O Parlamento alemão começará a discutir a permanência da missão do Afeganistão em uma sessão extraordinária em 7 de outubro. EFE rz/mh

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.