Merkel lidera lista das mais poderosas da Forbes pelo quarto ano seguido

A chanceler alemã, Angela Merkel, apareceu pelo quarto ano consecutivo no topo da lista de mulheres mais poderosas do mundo da revista Forbes, acompanhada no top 10 por altas executivas, principalmente dos Estados Unidos.

AFP |

A nova lista foi publicada nesta quarta-feira, e destaca o papel de Merkel como líder à frente da enorme economia alemã, em meio à crise econômica e um mês antes de sua provável reeleição, em setembro.

Em segundo lugar vem Sheila Bair, presidente do Federal Deposit Insurance Corp, seguradora dos bancos americanos.

Em terceiro aparece Indra Nooyi, executiva-chefe da PepsiCo, seguida por Cynthia Carroll, executiva-chefe da mineradora americana Anglo American, e Ho Ching, executiva-chefe da companhia de investimentos Temasek Holdings, do governo de Cingapura.

Já a secretária de Estado americana, Hillary Clinton, caiu da 28ª posição ocupada no ano passado, quando concorria com Barack Obama à candidatura à presidência pelo Partido Democrata, para o 36º lugar, apesar de estar à frente do poderoso departamento de Estado.

A primeira-dama dos Estados Unidos Michelle Obama aparece na lista da Forbes pela primeira vez, na 40ª posição.

Abaixo dela, em 42º lugar, está a rainha da Grã-Bretanha, Elizabeth II.

Estas são as dez mulheres mais poderosas do mundo (a lista pode ser vista na íntegra no site forbes.com/women):

1: Angela Merkel, chanceler - Alemanha

2: Sheila Bair, presidente da Federal Deposit Insurance Corp - Estados Unidos

3: Indra Nooyi, executiva-chefe da PepsiCo - Estados Unidos

4: Cynthia Carroll, executiva-chefe da Anglo American - Reino Unido

5: Ho Ching, executiva-chefe da Temasek Holdings - Cingapura

6: Irene Rosenfeld, executiva-chefe da Kraft Foods - Estados Unidos

7: Ellen Kullman, executiva-chefe da DuPont - Estados Unidos

8: Angela Braly, executiva-chefe da WellPoint - Estados Unidos

9: Anne Lauvergeon, executiva-chefe da Areva - França

10: Lynn Elsenhans, executiva-chefe da Sunoco - Estados Unidos

sms/ap

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG