Merkel exige que Rússia retire todas as tropas da Geórgia

Berlim, 24 ago (EFE) - A chanceler alemã, Angela Merkel, exigiu que a Rússia cumpra a anunciada retirada das tropas do território da Geórgia, que deveria ter finalizado na sexta-feira passada, e não se concluiu até o momento.

EFE |

O Governo alemão considera que Moscou ainda não cumpriu o chamado plano de seis pontos assinado com as autoridades de Tbilisi, disse hoje Merkel em uma entrevista à cadeia pública de televisão "ZDF".

A chefe do Governo alemão advertiu de que a Alemanha não pensa em passar por cima do descumprimento dos acordos por parte das autoridades russas e ressaltou que estas deveriam estar interessadas em que não haja uma perda de confiança.

Após afirmar que "é possível que ocorram limitações no contato com a Rússia", Merkel acrescentou é preciso continuar dialogando para convencer Moscou a completar sua retirada de tropas.

A chanceler alemã confirmou que os chefes de Estado e Governo da União Européia (UE) se reunirão em uma cúpula extraordinária em Bruxelas em 1º de setembro, anunciou hoje o presidente francês, Nicolas Sarkozy, que também ocupa a Presidência semestral do bloco europeu.

Hoje, o ministro de Assuntos Exteriores alemão, Frank Walter Steinmeier, conversou por telefone com os chanceleres de Rússia e França para tratar da atual situação na Geórgia.

Um porta-voz disse que Steinmeier conversou com o ministro de Exteriores russo, Serguei Lavrov, e o chefe da diplomacia francesa, Bernard Kouchner, sobre o estado das negociações para a aprovação de uma resolução das Nações Unidas sobre o conflito.

Ele acrescentou que o ministro alemão insistiu perante seu colega russo para que se cumpra a totalidade dos seis pontos do plano para a Geórgia, que contempla a total retirada das tropas russas de território georgiano. EFE jcb/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG