Merkel exige que países vizinhos se comprometam na crise no Zimbábue

Berlim, 26 jun (EFE).- A chanceler alemã, Angela Merkel, exigiu hoje que os países vizinhos do Zimbábue influenciem nos eventos nesse país e intervenham diretamente diante do atual regime zimbabuano.

EFE |

Os vizinhos do Zimbábue e as personalidades mais importantes da África devem tomar uma postura clara diante das agressões aos simpatizantes da oposição, disse Merkel após receber em seu escritório a presidente da Libéria, Ellen Johnson-Sirleaf.

"Acompanhamos com grande preocupação a situação no Zimbábue", disse a chefe do Governo alemão, que lembrou que o Conselho de Segurança das Nações Unidas condenou "com palavras claras" o desenvolvimento dos eventos no país africano.

Agora é o momento de, principalmente os países vizinhos, "dar um sinal inequívoco", disse a chanceler, que comemorou a proposta de adiar o segundo turno das eleições presidenciais no Zimbábue.

A presidente da Libéria disse que os principais países africanos já estão ativos e preparando propostas de compromisso entre o regime do atual presidente, Robert Mugabe, e a oposição. EFE jcb/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG