Merkel escapa de ataque com mísseis no Afeganistão

BERLIM - O acampamento do Exército alemão em Kunduz (norte do Afeganistão) foi atacado nesta segunda-feira com dois mísseis, minutos após a visita da chanceler Angela Merkel, informou um porta-voz do Ministério da Defesa.

EFE |

O ataque, que não deixou feridos, aconteceu às 5h20 (de Brasília), 20 minutos depois de Merkel e o ministro da Defesa, Franz Josef Jung, terem deixado o local.

A chanceler viajou ao Afeganistão em segredo, já que sua visita só foi anunciada quando ela estava voando para ao conflituoso país.

AP
Angela Merkel viajou em segredo para o Afeganistão
Angela Merkel viajou em segredo para o Afeganistão

Em Kunduz, onde nos últimos meses a violência voltou a crescer, o Exército alemão mantém 700 soldados.

A viagem de Merkel ao Afeganistão aconteceu poucos dias depois da cúpula da Organização do Tratado do Atlântico Norte, em Baden-Baden e Estrasburgo.

Leia mais sobre Afeganistão

    Leia tudo sobre: afeganistão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG