Merkel e premiê chinês querem unir forças contra crise global

Berlim, 29 jan (EFE).- A chanceler alemã, Angela Merkel, e o primeiro-ministro chinês, Wen Jiabao, tentarão unir forças na luta contra a crise internacional durante a reunião que terão hoje em Berlim.

EFE |

Os líderes iniciarão o dia com um café-da-manhã de trabalho, embora a recepção oficial do primeiro-ministro chinês com honras militares só acontecerá à tarde, na Chancelaria Federal.

A visita do primeiro-ministro chinês a Berlim, aonde chegou ontem à noite após participar do Fórum Econômico de Davos, será aproveitada para a assinatura de vários contratos e acordos econômicos.

Merkel e o premiê conversarão também sobre medidas para um maior aproveitamento energético e a promoção das energias renováveis.

Nas conversas com a delegação chinesa liderada pelo primeiro-ministro participarão também os ministros alemães de Economia e Meio Ambiente, Michael Glos e Sigmar Gabriel, respectivamente.

A visita do chefe de Governo chinês terminará com uma reunião com o Presidente da Alemanha, Horst Kohler. EFE jcb/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG