tecnologia de futuro - Mundo - iG" /

Merkel defende fusão nuclear como tecnologia de futuro

Berlim, 30 jan (EFE).- A chanceler alemã, Angela Merkel, classificou hoje a fusão nuclear como a tecnologia de futuro e defendeu sua pesquisa, apesar dos custos e dos longos prazos previstos até sua implementação.

EFE |

"Vale a pena pesquisá-la", afirmou Merkel em sua videomensagem dos sábados, na qual disse que "nenhum país conseguiria fazer isso sozinho", motivo pelo qual cooperem nesses estudos cientistas da União Europa (UE), EUA, China, Índia, Coreia do Sul e Rússia.

"A fusão nuclear é uma tecnologia que poderia nos fornecer uma grande quantidade de energia. Além disso, segundo os conhecimentos atuais, não produz nenhum tipo de resíduo radioativo", destacou Merkel.

A chanceler disse que chegou a hora das "energias renováveis", em detrimentos de combustíveis fósseis como o carvão e o petróleo, cuja era, segundo a chefe do Executivo alemão, chega ao fim.

Merkel também defendeu a energia nuclear como "energia ponte" até que a implementação e a rentabilidade das energias renováveis estejam asseguradas.

Em 2010, o Governo alemão estudará quais são as fontes de energia sustentáveis ideais para o futuro.

"Sem pesquisa e sem investimento, no futuro não poderemos manter nosso bem-estar", afirmou Merkel, cujo Executivo pretende gastar 12 bilhões de euros em educação e pesquisa durante a atual legislatura, que termina em 2013.

O programa ambiental do Governo alemão tem como meta reduzir em 36% as emissões de dióxido de carbono (CO2) do país até 2020, sempre em relação aos níveis de 1990. EFE nvm/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG