Merkel critica falta de interesse por comércio mundial nas eleições dos EUA

São Paulo, 14 mai (EFE).- A chanceler alemã, Angela Merkel, criticou hoje em São Paulo a falta de interesse dos aspirantes à Presidência dos Estados Unidos pelo tema do comércio mundial.

EFE |

"É triste que até agora no processo de eleições nos EUA ninguém tenha se pronunciado sobre o comércio mundial", afirmou Merkel, em reunião com empresários brasileiros e alemães.

"Mas tenho esperanças de que depois das eleições o tema seja de novo abordado por esse Governo", acrescentou a governante, em referência às negociações da Rodada de Doha da Organização Mundial do Comércio (OMC).

Durante o encontro organizado pela Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha e a Federação de Indústrias de São Paulo (Fiesp), a chanceler reiterou seu apoio à produção do etanol brasileiro, mas sob certas condições de sustentabilidade.

Merkel lembrou que, durante o encontro nesta quarta-feira em Brasília com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, foi firmado um acordo para a ciência e a tecnologia, e foi renovado um convênio energético assinado há mais de 30 anos entre os dois países.

"Este novo acordo estabelece um grupo de trabalho para a produção sustentável, especialmente do etanol. Precisamos de uma grande transparência de todos os fatos relacionados com sua produção", afirmou.

A chanceler alemã, que viaja pela América Latina, acrescentou que a Alemanha e a União Européia (UE) são favoráveis aos biocombustíveis "como contribuição à proteção do clima".

A dirigente alemã encerrará sua visita ao Brasil amanhã, após a inauguração de uma fábrica da Volkswagen. EFE wgm/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG