Merkel afirma que Tratado de Lisboa deve ser aprovado por todos os países

A chanceler alemã, Angela Merkel, descartou nesta quinta-feira a possibilidade da União Européia (UE) funcionar a duas velocidades e insistiu na necessidade de que os 27 Estados membros ratifiquem o Tratado de Lisboa.

AFP |

"Precisamos do Tratado de Lisboa, o Tratado de Nice já não basta", disse Merkel ao Bundestag, a Câmara Baixa do Parlamento alemão.

Sobre medidas precisas como o euro, "os Estados membros podem decidir se participam ou não, mas quando se trata do desenvolvimento das instituições (...) precisamos de unanimidade", disse a chefe de Governo da Alemanha.

Merkel advertiu que os debates sobre uma Europa a duas velocidades "nos desviam do objetivo".

Os chefes de Estado e de Governo da UE se reúnem durante quinta-feira e sexta-feira em Bruxelas para debater a conduta a seguir após a rejeição do Tratado pelos irlandeses em um referendo popular, semana passada.

gsw/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG