Mergulhadores perdidos são atacados por dragão de Komodo em ilha na Indonésia

Jacarta, Indonésia - Mergulhadores europeus arrastados por uma forte corrente sobreviveram 12 horas em águas infestadas por tubarões e chegaram a uma remota ilha indonésia onde tiveram que enfrentar outro perigo iminente: um dragão de Komodo.

AP |

Os mergulhadores - três britânicos, um francês e um sueco - estiveram frente a frente com o réptil gigante e carnívoro na praia da ilha Rinca e lutaram contra ele atirando pedras e pedaços de madeira, disse Pariman, responsável pelas autoridades portuárias no domingo.

"Felizmente, eles foram capazes de assustá-lo", disse Pariman, que como muitos indonésios tem apenas um nome.

O animal tem dentes serrados muito afiados e geralmente aparece quando sente um cheiro novo, inclusive de humanos, que já mataram anteriormente, disse Pariman.

AP
Mergulhadores foram resgatados de ilha no sábado
Mergulhadores foram resgatados de ilha no sábado

Os mergulhadores se depararam com correntes traiçoeiras depois de saltar de um barco na ilha de Tatawa na tarde de quinta-feira. Eles se afastaram 30 quilômetros de seu local de mergulho antes de nadar até Rinca, sua última chance de evitar o oceano aberto.

"Nós lutamos contra a corrente durante horas, mas eventualmente ela parou", disse Laurent Pinel, francês de 31 anos. Nós "nos amarramos uns aos outros para economizar energia".

Eles encontraram o dragão de Komodo na tarde sexta-feira. No dia seguinte, o resgate que varria as águas com mais de 30 barcos localizou os homens e os levou para a ilha de Flores para atendimento médico.

A área onde eles mergulharam é conhecida por sua diversidade marinha, incluindo tubarões, arraias e tartarugas marinhas, mas também por suas águas imprevisíveis.

Recomendada apenas a mergulhadores experientes, no local os oceanos Índico e Pacífico se encontram, criando correntes que colidem. Redemoinhos e ondas podem arrastar os mergulhadores.

"Nós estamos bem, mas absolutamente cansados e desidratados", disse Charlotte Allin, mergulhadora britânica de 25 anos.

Os dragões de Komodo, que podem atingir 3 metros de comprimento e 165 quilos, só são encontrados em seu habitat natural nas ilhas de Rinca e Komodo. Acredita-se que existam 4,000 deles em todo o mundo.

Milhares de turistas visitam a área todos os anos para ver os animais. Eles são normalmente exibidos por guias que carregam bastões para mantê-los afastados.

Leia mais sobre: Indonésia

    Leia tudo sobre: indonésia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG