Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

Mercosul recrimina bombardeio israelense em Gaza

Assunção, 28 dez (EFE).- O Mercosul expressou hoje preocupação e repúdio pelo aumento da violência na Faixa de Gaza, assim como pesar pelos trágicos resultados do bombardeio israelense nesse território palestino.

EFE |

"Os países-membros do Mercosul manifestam sua preocupação e repúdio à escalada da violência e intimidação na Faixa de Gaza", afirmou um comunicado do Ministério das Relações Exteriores do Paraguai, que exerce a Presidência semestral do bloco.

Os membros do Mercosul (Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai) "lamentam o trágico saldo de quase 200 mortos" e centenas de feridos "entre a população civil" causado pelo bombardeio israelense em Gaza, iniciado ontem e que continuou na madrugada de hoje.

Em Jerusalém, últimas informações apontavam que pelo menos 282 pessoas morreram e 900 ficaram feridas nos bombardeios.

Os Estados-membros do Mercosul solicitam "às partes que ponham fim às hostilidades e formulem uma chamada para retomar imediatamente o diálogo, a fim de restaurar a paz e a justiça na região".

O documento acrescenta que é necessário "preservar e facilitar de forma permanente o fluxo normal de provisões e de serviços para atender às necessidades mais urgentes da população em Gaza". EFE lb/ab/dp

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG