Mercosul e UE reiteram boas intenções mas negociações não avançam

Mercosul e União Européia (UE) reiteraram neste sábado em Lima a intenção de concluir um acordo comercial ambicioso e equilibrado, mas não conseguiram avançar nas negociações, condicionadas aos resultados da Rodada de Doha da Organização Mundial do Comérico (OMC).

AFP |

Presidentes e ministros dos quatro países do bloco sul-americano (Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai) se reuniram com o presidente da Comissão Européia, José Manuel Durão Barroso, e outras autoridades da UE no encerramento da V reunião de cúpula UE-América Latina, em um encontro destinado mais a manter uma certa dinâmica política.

"As duas partes enfatizaram a importância de alcançar um Acordo de Associação Mercosul-UE ambicioso e equilibrado, e reiteraram seu compromisso de levar as negociações a uma conclusão de sucesso, assim que as condições permitirem", afirma um comunicado conjunto divulgado ao fim da reunião.

O texto, que não é muito diferente do publicado há dois anos ao fim da IV Cúpula UE-América Latina, em Viena, reafirma o "compromisso" com o processo da Rodada de Doha.

A única novidade é a organização de uma reunião do Conselho de Cooperação no segundo semestre de 2008, sem data ou local já fixados.

As negociações entre os dois blocos, que deveriam ter sido concluídas em 2004, estão praticamente paralisadas desde então à espera de um acordo na OMC sobre os capítulos agrícola e de bens industriais e serviços.

Na sexta-feira, em uma reunião de chanceleres do Mercosul com o comissário europeu do Comércio, Peter Mandelson, as duas partes constataram a persistência das divergências nestas áreas, com os sul-americanos pedindo uma redução das taxas de importação e dos subsídios agrícolas e a UE exigindo mais abertura para seus produtos industriais.

Se já havia poucas expectativas de avanços em Lima, a ausência do chanceler brasileiro Celso Amorim, um dos principais negociadores na OMC, sepultou qualquer esperança.

mar/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG