Mercosul analisa novas medidas contra gripe

La Paz, 20 jul (EFE).- Os governantes do Mercosul se reunirão nesta semana em Assunção para definir novas ações contra a gripe suína e irão pedir para que a futura vacina seja distribuída de forma igual entre países ricos e pobres, segundo informou uma fonte oficial.

EFE |

Segundo as informações procedentes de Assunção, está confirmada a presença do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, além dos chefes de estado da Argentina, Cristina Fernández de Kirchner, do Paraguai, Fernando Lugo, e do Uruguai, Tabaré Vázquez.

O ministro da Saúde da Bolívia, Ramiro Taipa, disse ao canal "ATB" que os governantes se reunirão na quinta e na sexta para analisar medidas mais eficientes para o controle da doença nas fronteiras.

Segundo Taipa, o segundo ponto a ser discutido será a exigência que a futura vacina "seja distribuída em todos os países", para que "não seja um privilégio de alguns, mas um direito de todos".

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, também estará presente no evento. Seu país já acordou a adesão ao Mercosul como membro pleno, apesar de o acordo ainda depender da ratificação dos congressos de Brasil e Paraguai.

Os chefes de Estado de Bolívia, Evo Morales; Equador, Rafael Correa; e do Chile, Michelle Bachelet, também estarão no encontro.

Apesar do nome, a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados. EFE ja/plc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG