Menino invade zoológico na Austrália e mata vários animais

CANBERRA, Austrália (Reuters) - Os pais de um menino de 7 anos de idade que invadiu um zoológico australiano e alimentou o crocodilo do local com uma série de pequenos animais devem ser processados, depois de a polícia ter dito que o garoto é jovem demais para ser responsabilizado. Uma tartaruga, quatro lagartos de língua azul, dois lagartos barbudos, dois lagartos diabo espinhento e uma lagarta gigante fêmea de 1,8 metro de comprimento foram dados ao crocodilo de águas salgadas chamado Terry, um animal de 200 quilos e 3 metros de comprimento.

Reuters |

Imagens de câmeras de segurança do Centro de Répteis Alice Springs mostraram o sorridente menino matando, com um pedaço de pau, um outro pequeno lagarto de língua azul e mais dois outros animais durante os 30 minutos de ataque no zoológico, na manhã de quarta-feira.

'O fato de um garoto de 7 anos conseguir destruir tanta coisa em tão pouco tempo é inacreditável. Nos meus dias, ele levaria uma boa surra', afirmou à Reuters, por telefone, Rex Neindorf, diretor do centro.

'A polícia o encontrou. No entanto, segundo as leis do Território do Norte, ele não pode ser responsabilizado porque tem menos de 10 anos de idade.'

Segundo Neindorf, muitos dos animais dados ao crocodilo eram raros ou encontravam-se em sua fase adulta, e haverá dificuldades para substituí-los.

Ninguém conhecia o garoto no zoológico. E o menino ficou em silêncio quando questionado sobre os motivos de sua ação.

Neindorf disse que estuda a possibilidade de processar os pais do garoto, que poderia ter sido devorado por Terry quando dava os outros animais ao crocodilo desde uma pequena plataforma existente dentro da jaula do réptil.

'Vamos estudar a possibilidade de processar os pais, que deveriam evitar que ele fizesse esse tipo de coisa', afirmou.

(Reportagem de Rob Taylor)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG