Menino de dois anos é o 56º caso de gripe aviaria no Egito

CAIRO - Um garoto egípcio de dois anos de idade contraiu o vírus da gripe aviária e está em estado grave, informou neste domingo o Ministério da Saúde à agência de notícias estatal. Esse foi o 56o caso da doença no país. O ministro-assistente da Saúde, Nasr el-Sayyed, disse à Agência de Notícias do Oriente Médio (MENA) que o garoto, Youssef Abdel-Azim, da província de El-Fayoum, no centro do Egito, apresentou sintomas na quarta-feira após ter entrado em contato com aves mortas.

Reuters |

Ele recebeu a droga antiviral Tamiflu e permanece em estado grave e respirando com a ajuda de aparelhos em um hospital no Cairo, disse Sayyed, de acordo com a agência.

O Egito é um dos únicos países afetados pela gripe aviária que não oferece indenização a produtores quando as aves são abatidas, o que especialistas dizem ser o melhor jeito de assegurar a rápida detecção de novas epidemias.

Cerca de cinco milhões de egípcios dependem da avicultura como principal fonte de alimento e renda.

Desde 2003, o vírus H5N1 infectou 408 pessoas em 15 países e matou 254 delas. Devido à doença, que se espalhou por 61 nações da Ásia, Europa e África, 300 milhões de aves foram mortas ou separadas.

Enquanto o H5N1 raramente infecta uma pessoa, especialistas temem que ele possa sofrer uma mutação para uma forma de fácil transmissão, espalhando uma epidemia que poderia matar dezenas de milhões de pessoas e causar uma queda na economia global.

(Por Alaa Shahine)

    Leia tudo sobre: gripe

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG