Menino colombiano começa caminhada de 100km para ver seu pai, refém das Farc

Um menino de 11 anos iniciou nas últimas horas uma caminhada de 100 km no sul da Colômbia para pedir a liberdade de seu pai, que foi sequestrado pouco antes de ele nascer, pelas Farc (Forçar Armadas Revolucionárias da Colômbia), disse nesta quinta-feira o menor.

AFP |

"Esta marcha é pela liberdade de meu pai e de todos os sequestrados", destacou o pequeno Johan Steven Martínez, ao iniciar a caminhada que o levará da população de Ospina à cidade de Pasto, capital do departamento de Nariño (fronteira com o Equador).

O pai de Johan, o sargento José Martínez, foi sequestrado em 21 de dezembro de 1997 em um sangrento ataque das Farc contra militares no sul do país.

No ataque, 11 militares morreram e 18 foram sequestrados. Deles, somente Martínez e o sargento Pablo Emilio Moncayo ainda estão em poder das Farc.

Johan iniciou sua caminhada quarta-feira com centenas de moradores de Ospina e 30km depois pernoitou em um lugar perto do povoado de Túquerres. Ele voltou à estrada nesta quinta-feira e deve terminar o protesto sexta-feira em Pasto.

Leia mais sobre Farc

    Leia tudo sobre: farc

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG