Uma menina de 2 anos terá suas pinturas expostas em uma das principais galerias da Austrália. Mark Jamieson, diretor da galeria de arte Brunswick Street Gallery de Melbourne, segunda maior cidade da Austrália, afirma ter aceitado expor as pinturas abstratas de Aelita Andre, sem saber que a artista tem apenas 2 anos.

A mãe da menina, Nikka Kalashnikova, também artista, não mencionou a idade da filha ao mostrar os quadros ao diretor, que gostou do que viu e fez questão de incluir as obras em uma mostra com outras duas outras artistas, uma delas, a própria mãe de Aelita.

Kalashnikova disse que, ao apresentar as pinturas da filha a Mark, ela e o marido apenas queriam uma outra opinião sobre o trabalho da pequena artista, que acreditam ser uma criança prodígio.

Após Jamieson descobrir que as obras tinham sido pintadas por uma criança, mesmo admitindo constrangimento, decidiu levar adiante a idéia de expô-las.

Antes de descobrir a idade de Aelita, o diretor já teria mandado produzir convites e feito publicidade sobre a mostra.

"Vou manter a exposição, mas isso não vai se tornar algo comum aqui", disse ele ao jornal australiano The Age.

A mostra das pinturas de Aelita, avaliadas entre US$ 250 e US$ 1,5 mil, começa no final de janeiro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.