Menina de 12 anos é morta por soldados da Otan no Afeganistão

Uma menina afegã de 12 anos, que estava em um carro que não parou ao se aproximar de um comboio, foi morta a tiros neste domingo por soldados da Otan, no oeste do Afeganistão, informou a Polícia local.

AFP |

"Os soldados estrangeiros abriram fogo contra um veículo civil, matando uma menina de 12 anos e ferindo duas pessoas, entre elas uma mulher", declarou Abdul Rauf Ahmadi, porta-voz da Polícia no oeste do país

O incidente foi registrado no distrito de Guzara da província de Herat, indicou.

O grupo se dirigia rumo a Herat, procedente da província vizinha de Farah, para participar de um casamento, acrescentou o porta-voz.

"Chovia e a visibilidade era muito ruim. De repente, vi luzes na minha frente e surgiu um comboio de soldados estrangeiros", explicou Ahmad Wali, de 32 anos, que dirigia o carro.

"O que vi depois foi a metade do rosto de minha sobrinha que havia sumido, que minha mãe estava ferida no peito e que meu rosto estava todo ensanguentado pelos cacos de vidro do parabrisa", disse.

Um porta-voz da Força Internacional de Assistência à Segurança (Isaf) da Otan, em Herat, declarou que o carro não parou diante dos sinais de advertência feitos pelos militares italianos.

str-wm/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG