Menina com braços queimados tem pernas amputadas na África do Sul

Autoridades do setor de saúde da África do Sul estão investigando como uma menina de dois anos, que tinha sofrido queimaduras nos braços, acabou tendo as duas pernas amputadas. Thembisa Kometsi foi internada em um hospital de Johanesburgo, e autoridades do hospital afirmaram que suas pernas foram amputadas por estarem gangrenadas.

BBC Brasil |

Gedani Mahlangu, ministra da província de Gauteng, onde ocorreu o incidente, formou uma equipe para a investigação na segunda-feira.

O porta-voz da ministra provincial, Mandla Sidu, disse à BBC que o departamento realizou uma reunião com representantes do hospital Far East Rand, onde Thembisa foi internada primeiro, e com representantes do hospital Charlotte Maxeke, para onde a criança foi transferida.

Sidu afirmou que a ministra ficou sabendo do incidente pela imprensa e, em seguida, recebeu uma carta da família da criança, que exigia providências das autoridades de Gauteng.

"(A ministra) Mahlangu visitou a família na sexta-feira, e eles falaram de suas preocupações", disse. "Uma força-tarefa foi estabelecida para esclarecer a questão. Aguardamos um relatório dentro de sete dias."
Um partido de oposição descreveu o incidente como uma "mutilação" e pediu uma investigação independente.

Jack Bloom, porta-voz do partido de oposição Aliança Democrática, aprovou a medida da ministra provincial, para "exigir respostas dos funcionários do hospital", mas afirmou que é necessária uma investigação independente para estabelecer quais foram os fatos que levaram à amputação.

Leia mais sobre África do Sul

    Leia tudo sobre: amputaçãoerro médicoáfrica do sul

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG