Uma menina de 12 anos que caiu por uma chaminé de 15 andares de altura foi salva por uma espessa camada de fuligem. A americana Grace Bergere havia levado a prima para o terraço do prédio onde mora, em Nova York, para admirar a vista do rio Hudson.

Para chegar ao ponto mais alto do edifício, elas subiram uma escada de 7,6 metros presa à chaminé. Ao chegar ao topo, Grace desequilibrou e mergulhou dentro da tubulação.

Sua prima acionou o Corpo de Bombeiros, que se surpreendeu ao abrir a grande porta de metal que dá para o fundo da chaminé.

"Eu estava esperando encontrá-la morta", contou o tenente Ressner ao jornal local New York Daily News. "Levei um susto ao vê-la consciente, toda coberta de carvão e poeira. Só dava para ver os olhinhos".

O tenente contou que a queda da menina foi amortecida por uma camada de cinzas e poeira de 60 centímetros de espessura.

"Foi realmente um milagre", disse Steve Berger, pai de Grace. A menina foi levada ao hospital com deslocamento no quadril.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.