Menem se apresenta à Justiça, acusado de contrabandear armas

Buenos Aires, 6 fev (EFE).- O ex-presidente da Argentina Carlos Menem se apresentou hoje à Justiça de Buenos Aires, onde responde pelo crime contrabando de armas à Croácia e ao Equador durante seu Governo (1989-1999).

EFE |

Os juízes Héctor Artabe, Gustavo Losada e Luis Imas, do Tribunal Oral Federal III, convocaram o ex-governante para perguntar-lhe se quer declarar, embora não está obrigado a fazê-lo, informaram fontes judiciais.

Esta é a primeira vez que Menem, de 78 anos, se apresenta nos tribunais federais da capital argentina como acusado de contrabando de armas.

Embora o julgamento tenha se iniciado em outubro, o ex-chefe de Estado conseguiu que peritos médicos o autorizassem a permanecer em sua terra natal, a província de La Rioja, no norte, por motivos de saúde.

Segundo a Procuradoria, Menem contrabandeou armas do Exército argentino à Croácia e ao Equador, de 1991 a 1995, durante as guerras da ex-Iugoslávia e do Condor, respectivamente. EFE hd/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG