Menem recebe alta e sonha com voltar à presidência na Argentina

O ex-presidente argentino Carlos Menem (1989/99), de 78, admitiu que continua sonhando com voltar à presidência, ao deixar a clínica, nesta sexta-feira, onde ficou internado por 24 horas, para fazer exames.

AFP |

"Quem não tem vontade de ser presidente em um país como o nosso?", respondeu a um jornalista, ao ser questionado sobre uma possível nova candidatura à Casa Rosada, na eleição de 2011.

O líder peronista neoliberal é opositor e inimigo político da também peronista socialdemocrata Cristina Kirchner e do marido dela, o ex-presidente Néstor Kirchner (2003/2007), que preside o Partido Justicialista (PJ).

O agora senador por La Rioja (noroeste), sua província natal, deu entrada ontem, em uma clínica particular de saúde de Buenos Aires, onde foi aconselhado a permanecer internado em observação pelo menos até o dia seguinte, para ser submetido a um check-up. Menem apresentava um quadro de anemia.

"Está 'superbem', fantástico. Todos os exames mostraram que está bem", disse sua filha Zulema, pouco antes de receber alta.

Menem aproveitou a presença da imprensa para atacar a "péssima" gestão de Cristina Kirchner, criticando-a por se aliar a um "grupo de governantes populistas, como Evo (Morales) e (Hugo) Chávez".

ls/tt

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG