UE intensifica discussões sobre medidas contra mudança climática" / UE intensifica discussões sobre medidas contra mudança climática" /

Membros do G8 não cumprem promessas sobre clima, revela estudo

BERLIM - Nenhum dos países-membros do Grupo dos Oito (G8, grupo das nações mais industrializadas do mundo mais a Rússia) sequer chegou perto de cumprir suas promessas de combater as mudanças climáticas, em especial os Estados Unidos, o Canadá e a Rússia, que estão bem para trás nessa questão, segundo um novo estudo divulgado nesta quinta-feira. http://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/2008/07/03/ue_intensifica_discussoes_sobre_medidas_contra_mudanca_climatica_1414362.html target=_topUE intensifica discussões sobre medidas contra mudança climática

Reuters |

O "G8 Climate Scoreboard", compilado pelo grupo ambientalista WWF and Allianz mostra que mesmo Grã-Bretanha, França e Alemanha, que estão no topo do combate às mudanças climáticas, falharam na adoção de medidas de apoio às metas de redução de emissões de dióxido de carbono.

O estudo examinou o desempenho em clima dos governos federais na adoção de medidas para reduzir suas emissões. Também incluiu a performance em eficiência energética, energia renovável e desenvolvimento do mercado de carbono.

O ranking apontou os EUA, Canadá e Rússia nos últimos lugares e indicou que "eles foram reprovados".

"Os EUA foram os piores de todos os países do G8. São o maior emissor, têm o nível mais elevado de emissões per capita e uma tendência de acréscimo no total de emissões", diz o relatório, que dá aos EUA notas "vermelhas" em 11 das 12 categorias.

O estudo também deu notas vermelhas de ponta a ponta à Itália e ao Japão. As emissões dos dois países estão bem acima de suas metas fixadas no Protocolo de Kyoto e há poucas medidas de seus governos para reduzir emissões.

"Não seremos capazes de entender como será o mundo daqui a 20 anos se não pudermos reduzir as emissões", disse a chefe da política climática da WWF na Alemanha, Regine Guenther.

"Nenhuma das oito principais nações industrializadas tomou as medidas suficientes necessárias para que fossem consideradas cumpridoras da meta de limitar o aumento mundial da temperatura a 2 graus centígrados", disse Niklas Hoehne, a autora do estudo feito pelo grupo de pesquisa ECOFYS para a WWF and Allianz.

Eles disseram que os líderes dos países do G8 --países que liberam 62 por cento do CO2 na atmosfera-- falam sobre corte de emissões, mas fracassaram amplamente.

Os líderes dos Estados Unidos, Japão, Alemanha, Grã-Bretanha, França, Itália, Canadá e Rússia vão reunir-se no resort japonês de Hokkaido para a cúpula anual do G8, na qual a questão das mudanças climáticas deve ser um tema de destaque na agenda.

Na cúpula do ano passado na Alemanha eles concordaram em analisar seriamente uma meta de cortar pela metade as emissões globais até 2050.

Leia mais sobre: aquecimento global - G8

    Leia tudo sobre: aquecimento globalcanadáemissão de gaseseuag8rússia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG