Membros da ETA detidos no sul da França são do Complexo Donosti

Madri, 12 nov (EFE).- Os dois supostos membros da ETA detidos hoje no sul da França são Ugaitz Astiz Arangoa e Joseba Mikel Olza Puñal, membros do chamado Comando Urederra, que fazia parte do Complexo Donosti, desarticulado em março passado na Espanha.

EFE |

Fontes ligadas às autoridades da luta antiterrorista confirmaram à Agência Efe a identidade depois de efetuada a detenção.

Ambos foram detidos hoje por agentes da Gendarmaria francesa na localidade de Tarascon-sul-Ariège, na região de Sul-Pirineus, ao sul do país.

Os dois detidos, que andavam de bicicleta, estavam armados com uma pistola de calibre 22 e um revólver. Com eles, foi encontrada documentação relacionada com o grupo terrorista.

O Comando Donosti, desarticulado antes de começar a atuar, era herdeiro de um dos grupos mais ativos da ETA, reconstruído tantas vezes quanto foi desativado.

Com Astiz e Olza também fugiram outros membros do comando, como Garikoitz e Eneko Pascual, embora tenham sido detidos em Bayonne em 12 de fevereiro. EFE bec/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG