PARIS - Os dois supostos membros do grupo basco ETA detidos na segunda-feira no sudoeste da França, Mikel Garikoitz Aspiazu, conhecido como Txeroki e considerado chefe do aparelho militar do grupo, e Leire López Zurutuza, foram levados hoje a Paris por via aérea.

Txeroki e Zurutuza foram levados da delegacia ao aeroporto de Bayonne, de onde partiram em um avião oficial, sob a custódia das forças de segurança francesas, segundo a Agência Efe constatou, nesta cidade do País Basco francês.

Não se sabe, por enquanto, se os dois supostos membros da ETA serão entregues às autoridades judiciais francesas em Paris ou se os responsáveis da luta antiterrorista continuarão a investigação sobre a detenção ontem em Cauterets.

A detenção dos dois supostos membros da ETA aconteceu por ordem da juíza Laurence Le Vert, que é especializada em sumários do grupo basco na França.

Le Vert é a juíza responsável pelo sumário aberto sobre o atentado em Cap Breton, que matou dois guardas civis nessa localidade do sudoeste da França, em 1º de dezembro de 2007 e do qual Txeroki reconheceu ter participado, segundo as autoridades espanholas. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.