s Cup - Mundo - iG" /

Membro do ETA preso pode ter planejado ataque à America s Cup

MADRI (Reuters) - O suposto líder do grupo separatista basco ETA, preso semana passada na França, teria planejado um ataque a bomba durante a tradicional competição de vela Americas Cup de 2007, indicaram documentos judiciais divulgados nesta quarta-feira. O juiz da Alta Corte Baltasar Garzon disse que Garikoitz Aspiazu Rubina, conhecido pelos codinomes Txeroki ou Cherokee, deu dinheiro, documentos falsificados e uma lista de alvos precisos e concretos a serem atacados na Espanha a um suspeito militante do ETA na França

Reuters |

O homem em questão, Iker Agirre, estava a caminho da costa mediterrânea -- onde aconteceu a Americas Cup do ano passado -- quando a polícia espanhola o prendeu, em janeiro de 2007, disse Garzon.

Acredita-se que "Txeroki", de 35 anos, foi comandante militar do ETA durante vários anos e comandante geral do grupo desde a prisão de Francisco Javier López Pena, em maio, em Bordeaux.

Ele é procurado na Espanha por ter ligação com várias outras acusações, incluindo o atentado a bomba contra o aeroporto de Madri, em dezembro de 2006, no qual duas pessoas morreram, e o assassinato de dois policiais espanhóis na França, ano passado.

O atentado ao aeroporto pôs fim às negociações de paz entre o governo e o ETA.

Aspiazu foi preso na região montanhosa dos Pireneus, no sul da França, em 17 de novembro. Ele foi o mais recente de uma série de altos líderes do ETA a ser capturado.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG