Um organizador da convenção nacional do Partido Republicano, que consagrará oficialmente a candidatura de John McCain para a Presidência de novembro, renunciou após a revelação de que havia defendido os interesses de Mianmar em Washington.

O lobista Doug Goodyear foi eleito pela equipe de McCain para supervisionar a organização da convenção prevista para o início de setembro em Minneapolis (Minnesota, norte), mas renunciou depois que a revista 'Newsweek' revelou que sua empresa recebeu 348.000 dólares em 2002 para defender os interesses do governo de Mianmar.

"Apresentei minha renúncia para não ser uma distração", afirmou em um breve comunicado fechado no sábado.

O regime de Mianmar é alvo de críticas internacionais, principalmente dos Estados Unidos, pelas violações dos Direito Humanos e, há uma semana, pelos obstáculos que impõe à ajuda internacional às vítimas do ciclone Nargis.

jit/cl/dm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.