Um membro da delegação que acompanhou o presidente dos Estados Unidos, Barack Obsama, ao México há duas semanas pode ter contraído a gripe suína, informou nesta quinta-feira o porta-voz da Casa Branca, Robert Gibbs.

"Ele está na lista dos casos suspeitos", declarou Gibbs, referindo-se ao surto de gripe suína que surgiu no mês passado no México e já matou pelo menos 12 pessoas.

O membro da delegação ainda teria transmitido o vírus a sua família. "Em 28 de abril, a esposa, o filho e o sobrinho deste indivíduo foram diagnosticados como prováveis portadores do vírus A/H1N1 da gripe suína", disse o porta-voz presidencial, sem querer identificá-lo.

lal/yw

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.