Meias que Napoleão usou no exílio são leiloadas por US$ 40 mil

Trata-se de um par de calças de seda cor de marfim com um "N" e uma coroa bordados; duas pistolas foram vendidas por US$ 536 mil

EFE |

Meias que Napoleão Bonaparte utilizou durante seu exílio na ilha britânica de Santa Helena no século XIX foram leiloadas neste domingo nos arredores de Paris por US$ 40.263, informou a casa de leilões Osenat.

Trata-se de um par de calças de seda cor de marfim com um "N" e uma coroa bordados que vestiram as pernas de Napoleão Bonaparte (1769-1821) durante sua estadia na ilha onde viveu até a morte após a derrota na batalha de Waterloo.

O lote vendido pelo preço mais alto do leilão, que contou com 420 artigos relacionados ao personagem histórico, foi o de duas pistolas com incrustações de sílex que pertenceram ao irmão de Napoleão, José Bonaparte, rei de Nápoles (1806-1808) e da Espanha (1808-1813).

As "excepcionais pistolas de luxo", segundo a Osenat, alcançaram um preço de US$ 536.763, "recorde na França", segundo afirmaram os organizadores do evento. A peça que tinha o preço de venda estimado mais alto do catálogo, um manuscrito que Napoleão escreveu durante seu exílio e cujo título é "Mémoires pour servir à l'histoire de France sous Napoleon" (Memórias para servir à história da França sob Napoleão, em tradução livre), foi arrematada por US$ 167.717.

    Leia tudo sobre: napoleãoleilão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG