Mega operação detém 10 da máfia calabresa na Itália

Roma, 17 set (EFE).- Das 175 detenções feitas em uma grande operação internacional contra o tráfico de drogas, dez aconteceram na Itália e envolvem homens ligados a um clã da máfia calabresa Ndrangheta, informaram em Roma fontes policias.

EFE |

Da Itália, foram emitidas 16 ordens de detenção, que se traduziram em nove prisões na região sulina de Reggio Calabria, berço da Ndrangheta, uma na cidade de Vicenza, enquanto as demais aconteceram em Nova York.

Segundo fontes do grupo especial dos carabineiros Ros, que realizou a operação na Itália, os detidos aqui fazem parte da família mafiosa Aquino-Coluccio, da cidade calabresa de Gioiosa Jonica, e entre eles figura Piero Commiso, considerado um dos expoentes da Ndrangheta.

Em Nova York, a Polícia deteve quatro pessoas de nacionalidade mexicana junto a Giorgio e Vicenzo Schirripa, membros do clã homônimo, de origem calabresa, embora residentes há anos na cidade americana.

Segundo os carabineiros, os Schirripa tinham estabelecido contato com os narcotraficantes do Cartel do Golfo, uma organização mafiosa mexicana que controla o tráfico de cocaína proveniente da Colômbia entre EUA e Europa. EFE ebp/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG