Medvedev sanciona tratado de desarmamento nuclear com EUA

Tratado de Redução de Armas Estratégicas (Start) foi assinado em abril e reduz arsenais russos e americanos em 30%

iG São Paulo |

O presidente da Rússia, Dmitri Medvedev, sancionou nesta sexta-feira o Tratado de Redução de Armas Estratégicas (Start), assinado em abril por ele e pelo presidente dos Estados Unidos, Barack Obama.

O acordo já havia sido aprovado pelo Parlamento russo na quarta-feira. Segundo Medvedev, o tratado que prevê a redução dos arsenais de EUA e Rússia entrará em vigor depois da troca das cartas de ratificação.

AP
Presidente da Rússia, Dmitri Medvedev, cumprimenta o primeiro-ministro Vladimir Putin, antes de uma reunião em Moscou

"Isso deve ocorrer em breve. Acho que os ministros das Relações Exteriores poderão fazer a troca durante seu próximo encontro (que deve ocorrer em fevereiro)", afirmou. "Os americanos caminharam. Nós também completamos o processo. A partir de agora nos guiaremos por este documento, que determina o equilíbrio na cooperação estratégica e na paridade nuclear".

Segundo Medvedev, o novo Start  "determinará os parâmetros do corte dos arsenais estratégicos para os próximos dez anos".

O Start reduz os arsenais dos Estados Unidos e da Rússia para 1,5 mil ogivas nucleares, um corte de cerca de 30% do limite de oito anos atrás. O pacto também limita a 700 o número de mísseis e de aviões de bombardeio nuclear que podem ser acionados. Além disso, estabelece um novo mecanismo para o envio de inspetores a instalações nucleares em outros países.

Desde que o tratado Start anterior expirou, em dezembro de 2009, Rússia e Estados Unidos não estão conseguindo conduzir inspeções em seus respectivos arsenais nucleares – trazendo incertezas sobre o que cada lado está fazendo.

Com AP, EFE e AFP

    Leia tudo sobre: medvedevrússiaeuastartdesarmamento nuclear

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG