Medvedev sanciona lei sobre manobras antiterroristas com a China

Moscou, 26 dez (EFE).- O presidente russo, Dmitri Medvedev, promulgou hoje uma lei que regulamenta a realização de manobras antiterroristas conjuntas com a China e com os outros países-membros da Organização de Cooperação de Xangai (SCO).

EFE |

Medvedev ratificou, assim, o acordo alcançado em 2006 pela Rússia, China e as repúblicas centro-asiáticas do Cazaquistão, Uzbequistão, Quirguistão e Tadjiquistão, informou a agência "Interfax".

O acordo contempla a criação de um órgão que se encarregará de tramitar a realização das manobras e determina a jurisdição dos países participantes.

As manobras contemplam operações antiterroristas de resgate de reféns e de liberação de instalações estratégicas sob poder de grupos armados.

A SCO, fundada em 1996 por iniciativa de Pequim e que é conhecida como a "Otan oriental", realizou, em agosto de 2007, seus maiores exercícios antiterroristas.

Esta organização de segurança considera que a ameaça do terrorismo islâmico ainda é muito latente na zona, devido à incursão de células terroristas financiadas pela Al Qaeda e procedentes do vizinho Afeganistão.

Em sua última reunião, em julho, a SCO rejeitou a solicitação do Irã de se transformar em "membro associado" e manteve em vigor a moratória à ampliação da organização. EFE io/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG