Moscou, 23 out (EFE).- O presidente russo, Dmitri Medvedev, recorreu hoje a seu blog para tranqüilizar a população, com a promessa de que a Rússia superará os problemas da crise financeira internacional, pela qual responsabilizou os Estados Unidos.

"A Rússia ainda não foi atingida por esse perigoso redemoinho e tem a possibilidade de evitá-lo. E mais, tem a obrigação de evitá-lo", disse o líder russo em mensagem de vídeo publicada em seu blog, ligado à página da Presidência na internet.

Medvedev ressaltou que para situações criticas o Governo russo acumulou reservas de divisas e ouro sem precedentes, que, segundo ele, são as terceiras maiores do mundo, atrás apenas das de China e Japão.

"Temos a possibilidade de evitar as crises de divisas, bancária e de dívidas, e de superar as atuais dificuldades sem perder o potencial acumulado", frisou o chefe de Estado.

Para ele, a crise financeira é conseqüência de "graves erros cometidos por uma série de países, antes de tudo pelos EUA", que agora "buscam um modo de se salvar com perdas mínimas".

"O peso específico do mercado financeiro americano e sua influência na economia mundial são enormes, por isso a crise gerada nos EUA repercutiu na economia de praticamente todos os países", argumentou.

Segundo Medvedev, a Rússia deve não só se defender da crise, mas também aproveitá-la para sair fortalecida e resolver tarefas de seu próprio desenvolvimento.

Entre as possíveis vantagens, o presidente russo citou a "inevitável formação de companhias competitivas, inclusive mediante a consolidação de ativos em diversos setores da economia, assim como a redução de despesas pelas empresas e sua modernização. EFE se/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.