O presidente russo, Dimitri Medvedev, afirmou nesta sexta-feira que espera reiniciar as relações entre seu país e os Estados Unidos, num encontro previsto para o início de abril com seu colega americano Barack Obama.

"Espero que esse surpreendente termo 'reinício', surgido depois do encontro entre o ministro russo das Relações Exteriores, Serguei Lavrov, e a secretária de Estado americana, Hillary Clinton, reflete efetivamente a essência das transformações que gostaríamos que ocorressem", declarou Medvedev.

"Contamos com esse reinício e esperamos que aconteça", acrescentou Medvedev, citado pela Ria Novosti, durante um encontro no Kremlin com o ex-secreta'rio de Estado americano Henry Kissinger.

Medvedev disse também que espera manter conversações profundas com Obama sobre "todas as questões da atualidade internacional".

No início de março, Hillary Clinton se reuniu com Lavrov e, como um gesto de cortesia, ofereceu um dispositivo com um "botão de reinício" (reset) para simbolizar a retomada das relações entre Rússia e Estados Unidos.

Lavrov abriu a caixinha e fez uma expressão de surpresa. "Nós nos esforçamos muito para encontrar a palavra certa em russo. Conseguimos?", perguntou a secretária americana.

Ao que Lavrov começou a rir e respondeu: "vocês erraram". Ele explicou que a palavra deveria ser 'perezagruzka', mas está escrito 'peregruzka', que quer dizer "sobrecarga".

O ministro russo prometeu colocar o presente na mesa de seu escritório.

Medvedev e Obama têm previsto se reunir pela primeira vez em 1o. de abril em Londres, à véspera da reunião do G20 centrada na crise econômica mundial.

njc-bfi/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.