Medvedev pede que os terroristas do Cáucaso sejam liquidados sem mercê

O presidente russo, Dimitri Medvedev, reconheceu nesta quarta-feira que a situação piorou no Cáucaso russo, palco de ataques sangrentos quase diários, e exigiu que os terroristas sejam liquidados sem emoção e sem hesitação.

AFP |

"Precisamos continuar lutando contra os terroristas sem consideração, liquidá-los sem emoção, sem hesitar. Caso contrário, não haverá êxito", declarou Medvedev, citado pelas agências russas, durante uma reunião dedicada à situação no Cáucaso do Norte.

Estas declarações ocorrem dois dias depois de um espetacular atentado suicida na Inguchétia contra o quartel-general da polícia em Nazran, que deixou 24 mortos e mais de 100 feridos.

O presidente Medvedev reconheceu ainda que a situação no Cáucaso piorou e defendeu outras formas de luta contra as ameaças de extremistas e terroristas.

"Há algum tempo começamos a ter a impressão de que a situação melhorava no que diz respeito às atividades terroristas. Infelizmente os últimos acontecimentos provam o contrário", declarou Medvedev.

neo-or/lm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG