Medvédev expressa condolências a presidente chinês por causa de terremoto

Moscou, 12 mai (EFE).- O presidente russo, Dmitri Medvédev, expressou suas condolências a seu homólogo chinês, Hu Jintao, por causa do grande terremoto que atingiu hoje o sudoeste da China, e ofereceu a assistência de seu país para enfrentar os estragos do desastre.

EFE |

"Receba nossas profundas e sinceras condolências por ocasião do potente terremoto ocorrido na província de Sichuan", assinalou Medvédev em sua mensagem, em alusão às mais de 8.500 vítimas do terremoto, de 7,8 graus na escala aberta de Richter.

O novo presidente russo pediu ao presidente Hu que transmita suas condolências aos familiares das vítimas, e expressou a disposição da Rússia a prestar assistência técnica e humanitária à China para enfrentar as conseqüências do terremoto.

Medvédev, que assumiu a Presidência da Rússia na semana passada, anunciou que sua primeira viagem ao exterior será ao Cazaquistão e à China, entre 22 e 24 de maio.

Segundo as autoridades chinesas, as províncias afetadas pelo terremoto somam uma extensão de mais de 1,3 milhão de quilômetros quadrados, território onde vivem mais de 200 milhões de pessoas.

O terremoto, que atinge o gigante asiático poucos meses antes dos Jogos Olímpicos de Pequim, provocou cortes das comunicações de telefonia celular em muitas das zonas afetadas, além de prejudicar os serviços de internet. EFE se/gs

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG