Medvedev e Sarkozy são os últimos líderes a chegar para cúpula do G8

Roma, 8 jul (EFE).- O presidente russo, Dmitri Medvedev, e o francês, Nicolas Sarkozy, foram hoje os últimos líderes políticos do Grupo dos Oito (G8, os sete países industrializados mais a Rússia) a chegar a Roma para a cúpula de chefes de Estado e de Governo realizada na cidade italiana de LAquila.

EFE |

Pouco antes das 12h locais (7h de Brasília) Medvedev aterrissou no aeroporto militar de Pratica di Mare, ao sul de Roma, e logo depois entrou em um helicóptero rumo a L'Aquila, onde nesta quarta-feira começam as reuniões dos líderes do G8 e da União Europeia (UE).

Perto das 12h30 locais (7h30 de Brasília) chegou Sarkozy, sem sua esposa, Carla Bruni, no aeroporto romano de Ciampino, de onde viajou para L'Aquila, cidade devastada por um terremoto em abril, em um avião militar Falcon.

Os primeiros líderes a chegar à Itália foram o presidente da Comissão Europeia (CE, órgão executivo da UE), José Manuel Durão Barroso, e o presidente rotativo da UE e primeiro-ministro da Suécia, Fredrik Reinfeldt.

Pouco depois, aterrissou o primeiro-ministro do Reino Unido, Gordon Brown, junto com sua esposa, Sarah. Depois, veio o presidente americano, Barack Obama, junto com sua mulher, Michelle, e suas duas filhas, Sasha e Malia.

A chanceler alemã, Angela Merkel, se reuniu por volta das 11h locais (6h de Brasília) com Berlusconi para percorrer o povoado de Onna, na região dos Abruzos e um dos mais atingidos pelo terremoto de abril.

A cúpula de chefes de Estado e de Governo do G8 começa hoje em L'Aquila e acaba na próxima sexta-feira, tendo como principais temas de debate a crise econômica, a segurança alimentar, a fome e a mudança climática. EFE mcs/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG