Medvedev e Putin dão os pêsames a parentes de vítimas de acidente aéreo

Moscou, 14 set (EFE) - O presidente da Rússia, Dmitri Medvedev, e o primeiro-ministro do país, Vladimir Putin, transmitiram hoje suas condolências aos familiares das 88 vítimas do acidente com o Boeing 737 da companhia aérea russa Aeroflot, que caiu esta madrugada em Perm, perto dos Montes Urais.

EFE |

Medvedev e Putin expressaram seu fundo pesar pela tragédia aérea, informaram o Kremlin e o Departamento de Imprensa do Governo russo em comunicados separados.

Logo após ser informado da queda do avião, Medvedev ordenou a criação de uma comissão governamental liderada pelo ministro dos Transportes, Igor Levitin, que se dirigirá nas próximas horas a Perm para investigar as causas do acidente.

Segundo o Ministério de Situações de Emergência russo, o avião caiu sobre um trecho da linha férrea durante a manobra de aterrissagem.

Às 7h (hora local), poucas horas após o acidente, as equipes de resgate encontraram as duas caixas-pretas do avião, que devem ser enviadas a Moscou para serem analisadas.

Segundo a Aeroflot, 88 pessoas estavam a bordo do avião, sendo 82 passageiros - entre eles sete crianças - e seis tripulantes.

Havia 21 estrangeiros entre os passageiros: nove azerbaijanos, cinco ucranianos, um francês, um sueco, um americano, um letão, um alemão, um turco e um italiano, informou a Aeroflot em comunicado.

Aparentemente, três pessoas que compraram passagem para esse vôo não embarcaram no avião. EFE io/wr/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG