Medvedev diz que atacaria Geórgia mesmo se ela entrar na Otan

MOSCOU (Reuters) - O presidente da Rússia, Dmitry Medvedev, disse na sexta-feira que, mesmo que a Geórgia tenha sua entrada na Otan confirmada, seu país não hesitaria em atacar o vizinho, caso seja provocado. Falando em uma reunião anual no clube Valdai, um grupo de especialistas russos, Medvedev também disse acreditar que o ataque georgiano à região separatista da Ossétia do Sul, feito no dia 8 de agosto, é o equivalente russo aos ataques terroristas de 11 de setembro de 2001 nos Estados Unidos.

Reuters |

(Por Janet McBride)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG