Medvedev deixa em aberto reeleição na Rússia e discorda de Putin

Presidente russo disse que libertação do magnata do petróleo Mikhail Khodorkovsky, sentenciado a 14 anos, não representaria perigo

iG São Paulo |

Em um longo discurso para cerca de 1 mil jornalistas russos e estrangeiros nesta quarta-feira, o presidente russo, Dmitri Medvedev, discordou de seu antecessor, o primeiro-ministro Vladimir Putin, no que diz respeito ao ritmo da modernização na Rússia, em uma postura que reflete o desejo do líder em se mostrar desvinculado do atual premiê.

AP
Presidente russo, Dmitri Medvedev, discursa em Skolkovo, próximo à capital russa, Moscou
No maior discurso à imprensa desde 2008, Medvedev disse que a Rússia deveria se modernizar mais rápido do que Putin pensa, mas continuou reticente em confirmar rumores de seus planos para concorrer a um segundo mandato. Em outro sinal de discórdia com Putin, Medvedev afirmou também que a prisão do magnata russo do petróleo Mikhail Khodorkovsky foi um erro e disse que sua libertação representaria “absolutamente nenhum perigo”. Ele não disso, no entanto, se planeja perdoar Khodorkovsky, que é um dos maiores inimigos de Putin e foi setenciado a 14 anos de prisão de prisão pelo roubo de milhões de toneladas de petróleo e lavagem de US$ 23,5 bilhões.

Em relação a rusgas entre o presidente e o primeiro-ministro para disputar as eleições presidenciais, o líder russo disse também que aguarda o momento certo para comunicar se será candidato à reeleição, um anúncio que chegará "em breve". "Caso decida fazer uma declaração neste sentido, farei. Não é preciso esperar muito mais tempo", estimou. "Essas decisões são tomadas quando as condições se consolidam, para que sejam eficazes", acrescentou.

Segundo ele, a decisão política "deve ser tomada no momento certo, quando forem dadas as condições para isso e quando ela tiver um impacto político decisivo". "Em nossas mãos está o destino de muitas pessoas. Não podemos pensar apenas em nossas ambições pessoais", disse Medvedev no centro de  tecnologia de Skolkovo.

Medvedev afirmou que ele e Putin, que também não descarta retornar ao Kremlin, são "correligionários". "Nós nos conhecemos há mais de 20 anos. Coincidimos em muitas coisas, embora não em tudo. Do ponto de vista estratégico, somos muito próximos. Caso contrário, não poderíamos trabalhar juntos", declarou. "Isso não significa que não tenhamos divergências", ressaltou ao descartar que ele e Putin possam concorrer um contra o outro no pleito presidencial de 2012. "Há concorrências que são boas e outras que levam o país a um beco sem saída", disse.

Start

No discurso ainda o líder russo alertou que se a Rússia e a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) não conseguirem chegar a um acordo sobre a defesa antimísseis, Moscou poderia ser obrigada a abandonar o Tratado de Limitação de Armas Estratégicas (Start). "Se os Estados Unidos querem o desdobramento de um sistema de defesa antimísseis na Europa, a Rússia se reserva ao direito de abandonar o novo tratado Start", disse Medvedev. "O tratado contém uma cláusula que indica que o desenvolvimento de uma defesa antimísseis pode representar a ruptura da paridade estratégica, e o tratado poderá ser suspenso e inclusive cancelado", lembrou.

Segundo o presidente, em caso de a Rússia não conseguir um acordo com os EUA para cooperar na defesa antimísseis, "nos veremos obrigados a adotar medidas de resposta", indicou o presidente russo. "Trata-se do desenvolvimento de um potencial de armas nucleares de ataque, o que será uma opção muito ruim", disse. Ele avaliou também que o fato de Moscou abandonar o tratado de desarmamento nuclear com os EUA poderia resultar no risco de nova Guerra Fria.

Medvedev chegou à presidência em 2008, com o apoio de seu predecessor e hoje primeiro-ministro Vladimir Putin, que ocupou o cargo entre 2000 e 2008 e, na época, não podia concorrer a um terceiro mandato.

*Com AP, EFE e AFP

    Leia tudo sobre: rússiavladimir putindmitri medvedeveleições 2012

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG