O presidente russo Dimitri Medvedev chamou neste domingo as operações militares da Geórgia na região georgiana separatista pró-russa da Ossétia do Sul de genocídio, segundo as agências de notícias russas.

Já o presidente georgiano, Mikhail Saakashvili, pediu à Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) que "detenha a agressão russa", em uma entrevista ao jornal regional alemão Rhein Zeitung.

str/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.