Medvedev assina decreto de nomeação de Putin como primeiro-ministro da Rússia

Moscou, 8 mai (EFE).- O novo presidente russo, Dmitri Medvedev, nomeou hoje Vladimir Putin primeiro-ministro do país, imediatamente depois da aprovação de sua candidatura pela Duma (Parlamento) com maioria arrasadora.

EFE |

"O presidente assinou o decreto sobre a nomeação de Vladimir Putin como primeiro-ministro, como estipula o inciso A do artigo 83 da Constituição", anunciou o serviço de imprensa do Governo em comunicado.

Medvedev, que tomou posse na quarta-feira como chefe de Estado, compareceu hoje à Duma para apresentar a candidatura de Putin, a quem tinha proposto liderar o Governo logo após ser eleito por este como seu sucessor à frente do Kremlin.

O presidente ressaltou que seu antecessor fez muito pelo fortalecimento da Rússia e para elevar seu peso no mundo, e afirmou que trabalhará em estreita cooperação com Putin dentro da nova configuração do poder no país.

Durante a votação na Duma da candidatura do ex-presidente, 392 deputados se pronunciaram a favor, ao tempo que apenas 56 comunistas manifestaram oposição à indicação. Para sua ratificação no cargo, Putin precisava do apoio de 226 dos 450 membros da Duma.

Obedecendo à proposta da legenda governista Rússia Unida, liderada por Putin, a votação não teve caráter secreto.

Antes da votação, o novo primeiro-ministro expôs as linhas centrais do que será seu programa de Governo, e respondeu a seis perguntas dos grupos parlamentares.

A partir deste momento, segundo o artigo 112 da Constituição russa, Putin tem um prazo de sete dias para apresentar ao presidente da Rússia a composição do novo Governo e propostas sobre sua estrutura. EFE se/ev/gs

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG