Publicidade
Publicidade - Super banner
Mundo
enhanced by Google
 

Medvedev agradece compreensão dos países da SCO por esforços de paz russos

Dusambe, 28 ago (EFE).- O presidente da Rússia, Dmitri Medvedev, agradeceu hoje aos países da Organização de Cooperação de Xangai (SCO) por sua compreensão e avaliação objetiva dos esforços de paz russos, em alusão à situação no Cáucaso.

EFE |

O chefe do Kremlin fez esta declaração ao começo do encontro na capital tajique do Conselho de chefes de Estado da SCO, que reúne China, Cazaquistão, Quirguistão, Rússia, Tadjiquistão e Uzbequistão.

"A posição dos Estados-membros da SCO terá um grande apelo internacional e será um sinal sério para os que tratam de justificar a agressão do Governo georgiano (contra a Ossétia do Sul)", disse Medvedev, que assiste pela primeira vez a uma cúpula da organização.

Na véspera, o presidente russo se reuniu com seu colega chinês, Hu Jintao, que lhe assegurou que Pequim respalda firmemente o direito da Rússia de organizar os Jogos Olímpicos de Inverno de 2014 em Sochi.

Estas palavras de apoio do presidente da China acontecem em meio a declarações de alguns políticos ocidentais que questionam o direito de Sochi de acolher os Jogos de Inverno após o reconhecimento russo das regiões separatistas georgianas da Ossétia do Sul e a Abkházia.

Os líderes da SCO centrarão sua atenção nos problemas relativos à estabilidade e a segurança regional, assim como na luta contra o terrorismo e o narcotráfico.

"Espera-se que os presentes na cúpula confirmem seu respaldo à iniciativa russa de celebrar uma conferência especial sobre o Afeganistão", disse a Presidência russa.

Está prevista também a assinatura de uma série de documentos, entre eles a Declaração de Dusambe, na qual se ressalta o compromisso dos países da SCO com as normas do direito internacional, assim como a renúncia à mentalidade de confronto e à política de blocos.

Fontes da delegação russa assinalaram que a declaração poderia conter um ponto dedicado à Ossétia do Sul.

Ao término da reunião na capital tajique, a Rússia assumirá a Presidência da SCO, que exercerá até a cúpula do próximo ano. EFE gln/mh

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG