Tamanho do texto

O presidente russo Dimitri Medvedev assegurou nesta sexta-feira que os líderes de seis nações ex-soviéticas que participaram em uma cúpula em Moscou apóiam de forma unânime seu país depois da intervenção militar na Geórgia no mês passado.

"A posição dos chefes de Estado da Organização do Tratado de Segurança Coletiva (CSTO, sigla em inglês) sobre a agressão georgiana contra a Ossétia do Sul foi de solidaridade com a Rússia", assegurou Medvedev.

Os seis países da CSTO, criada com o fim da União Soviética, "estão muito preocupados com as tentativas de Geórgia de resolver o conflito na Ossétia do Sul através de meios violentos, que levaram a inúmeras mortes entre civis e soldados para a manutenção da paz", afirmou o chefe de Estado.

uh/njc/cn